Ecoturismo Fernando de Noronha – Preserve

Natureza – Ecoturismo em Fernando de Noronha

O senso preservacionista que reina na ilha é reforçado pela presença de vários projetos bem-sucedidos de pesquisa. Os de maior destaque são o Tamar-Ibama,que estuda as tartarugas marinhas,e o Golfinho Rotador, que analisa cientificamente as piruetas dos cetáceos mais simpáticos dos oceanos. Nos dois casos, há uma perfeita harmonia entre a preocupação e o estímulo ao turismo ordenado como uma forma de gerar divisas para as pesquisas. No Tamar, é possível nadar com as tartarugas, observar o nascimento dos seus filhotes ou até adotar simbolicamente um exemplar da espécie.

Em Fernando de Noronha nem mesmo os tubarões parecem ameaçadores. O equilibrado ecossistema do arquipélago mantém os bichos bem-alimentados, o que, em tese, significa que eles não representam uma ameaça aos visitantes submarinos. Quando menos se espera, lá estão eles, assustadores, mas belos.

Fernando de Noronha

Ano da descoberta de Noronha divide historiadores

Patrimônio da Humanidade tombado pela Unesco em 2001 e dono de um parque nacional marinho, de 112,7 km² desde 1988, o arquipélago de Fernando de Noronha encerra uma história que se funde à dos primórdios das navegações no Atlântico Sul.

Perfeito para o Ecoturismo Fernando de Noronha é um conjunto de 21 ilhas cuja área soma 26 km² e dista 540 km de Recife (cerca de 1h40 de voo) e 350 km de Natal (ou 1h de avião), o arquipélago está nos mapas há 500 anos –e há controvérsia sobre autoria e data do achamento.

A promulgação do Tratado de Tordesilhas, ratificada pelo papa em 1494, dividia entre Portugal e Espanha as terras do sul da América: o meridiano a 370 léguas a oeste de Cabo Verde dava aos lusos as terras a leste e, aos espanhóis, cabiam as áreas a oeste da linha imaginária.

Naquela época, é possível que os navegadores já conhecessem o arquipélago brasileiro, estratégico em travessias transoceânicas a caminho do Novo Mundo.
Os mapas do espião italiano Alberto Cantino (1502) e do cartógrafo espanhol Juan de la Cosa (c. 1500) já registravam o contorno dessas ilhas.

Com o morro do Pico ao fundo, o quadrimotor Viscount presidencial é recebido por militares em Noronha

Ecoturismo Fernando de Noronha – Comemorações

Fernando de Noronha completa 508 anos com comemorações

O arquipélago de Fernando de Noronha completou 508 anos de descobrimento. Em comemoração à data, a administração de Fernando de Noronha organizou cinco dias de festejos. As comemorações incluíram apresentações teatrais, shows e feiras de artesanato e comidas típicas.

Ecoturismo Fernando de Noronha

A 540 quilômetros de Recife, o arquipélago pernambucano possui 21 ilhas, que somadas resultam em uma área total de 26 quilômetros quadrados. Dotado de um parque nacional de natureza exuberante e uma diversificada fauna marinha, Fernando de Noronha foi tombabo pela Unesco como Patrimônio da Humanidade em 2001.

Para preservar golfinhos, tartarugas marinhas e outros animais que habitam o arquipélago, muitas de suas praias têm o uso restrito, com horários para abrir e fechar. A distância do continente encarece produtos e serviços, mas as paisagens de Fernando de Noronha compensam os preços.

 

Piscina natural formada na baía dos Porcos

Projeto Tamar 30 anos

Projeto Tamar Fernando de Noronha

Quem garante a segurança dessa reprodução são os profissionais do Projeto TAMAR (Programa Brasileiro de Conservação e Pesquisa das Tartarugas Marinhas) que está celebrando seu 30º aniversário com um grande evento chamado de “o dia da volta” e realizado em todas as 23 bases do Projeto no país, em nove Estados brasileiros, do Ceará a Santa Catarina. O Evento contou com bandas convidadas e a soltura simbólica do filhote 10 milhões, marca alcançada ao longo desta caminhada de recuperação da populações das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil e que ainda se encontram ameaçadas de extinção.

No arquipélago de Fernando de Noronha, a soltura aconteceu na praia do Boldró, sob o céu nublado e o mar agitado. Houve uma ampla divulgação em toda a ilha, sendo convidadas autoridades locais, que receberam uma camiseta alusiva à marca dos 10 milhões. Mais de 100 filhotes foram soltos e chegaram ao mar em segurança. O público incluiu turistas, guias e moradores locais.

O arquipélago de Fernando de Noronha é sítio de reprodução da tartaruga-verde (Chelonia mydas), que utiliza as praias arenosas do lugar para desovar entre os meses de dezembro e julho. É também área de alimentação, crescimento e repouso para juvenis desta espécie e da tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata).

As praias de desova apresentam características propícias a um monitoramento diário, inclusive noturno nas áreas principais. A do Leão concentra 80% das ocorrências. As demais desovas acontecem ao longo do mar de dentro, entre as praias do Sancho e da Conceição. Cada estação reprodutiva, registra em média 100 desovas, gerando 8.900 filhotes da tartaruga verde.

 

Ecoturismo Fernando de Noronha – Surf

Surf em Noronha

Fernando de Noronha chega a ser chamada de “O Havaí Brasileiro”, as ondas da ilha são as mais fortes e tubulares do Brasil.
O melhor período para surfar são os meses de dezembro a fevereiro já as melhores praias são Cacimba do Padre, Laje do Bode e Boldró.

Para os praticantes deste esporte aconselha-se levar bastante protetor solar, guarda-sol e como nos demais lugares da ilha, respeitar sempre as sinalizações do IBAMA.

Ecoturismo Fernando de Noronha – Vôos

Vôos

 

Os vôos diretos para ilha partem de Natal ou Recife e são diários, sendo dois desde Recife e um desde Natal. Eles duram em média uma hora e o fuso horário em relação ao continente é de uma hora a mais.

Abaixo seguem os horários, lembrando que no período que compreende o horário de verão os vôos são uma hora mais cedo.

 

  • Voando Trip

    Natal / Fernando de Noronha – Trip-5514 – 11:10 / 13:20

    Fernando de Noronha / Natal – Trip-5515 – 17:50 / 18:00

     

  •  Voando Trip

    Recife / Fernando de Noronha – Trip-5430 – 13:15 / 15:15

    Fernando de Noronha / Recife – Trip-5431 – 16:00 / 16:10

     

     

  • Voando GOL

    Recife / Fernando de Noronha – G3-1708 – 14:00 / 16:05

    Fernando de Noronha / Recife  – G3-1709 – 16:35 / 16:40