Ecoturismo em Fernando de Noronha

Preserve Fernando de Noronha

O senso preservacionista que reina na ilha é reforçado pela presença de vários projetos bem-sucedidos de pesquisa. Os de maior destaque são o Tamar-Ibama, que estuda as tartarugas marinhas,e o Golfinho Rotador, que analisa cientificamente as piruetas dos cetáceos mais simpáticos dos oceanos. Nos dois casos, há uma perfeita harmonia entre a preocupação e o estímulo ao turismo ordenado como uma forma de gerar divisas para as pesquisas. No Tamar, é possível nadar com as tartarugas, observar o nascimento dos seus filhotes ou até adotar simbolicamente um exemplar da espécie.

Em Fernando de Noronha nem mesmo os tubarões parecem ameaçadores. O equilibrado ecossistema do arquipélago mantém os bichos bem-alimentados, o que, em tese, significa que eles não representam uma ameaça aos visitantes submarinos. Quando menos se espera, lá estão eles, assustadores, mas belos.

Fernando de Noronha

Anúncios

Fernando de Noronha

Ecoturismo em fernando de Noronha

Digna de expressar o verdadeiro sentindo da palavra “paraíso”, a Ilha de Fernando de Noronha concentra as três prais mais belas do Brasil. Baía dos Porcos, Areia Clara e Praia do Leão são praias que não deixam nada a desejar ao Caribe.

Se quando na época do seu descobrimento em 1504 a ilha não foi lá muito aclamada pelo presenteado (o aristocrata lusitano Fernando de Noronha) que nem sequer chegou a conhecê-la, Fernando de Noronha foi muito valorizada por holandeses e até franceses. Sem falar nas invasões piratas que ocorreram por lá. Alguns estudiosos afirmam que a ilha ficou abandonada por quase dois séculos, porém, desconfia-se que os invasores íam mesmo era tirar férias por lá e se esbaldar em suas águas cristalinas com o pretexto de buscar riquezas naturais.

 

Mergulho em Fernando de Noronha

Naufrágio Corveta Ipiranga

Pousada corretamente no fundo, o navio mantém toda a estrutura original. Na proa, onde normalmente está fixado o cabo de descida, existe uma pequena escotilha aberta. Atrás do guincho da âncora encontra-se o canhão de proa; seguindo-se na direção da popa chega-se ao casario com dois pavimentos.
No primeiro pavimento existem duas torres laterais de metralhadoras, mas estas foram retiradas antes do afundamento da corveta.

Penetração:

A condição de profundidade do naufrágio manteve a estrutura da corveta integra e muito bem conservada, por isso, as condições para penetração são muito boas.

No interior do casario diversos corredores e escadas dão acesso a sala de rádio, cabine de oficiais, enfermaria e banheiros.
Outras portas nos bordos do casario apresentam entradas para cozinha, alojamento e sala de máquinas, onde podem ser vistos os motores, geradores e também o telégrafo de máquinas.
As penetrações só devem ser tentadas depois de um rigoros conhecimento da estrutura externa do navio e sob um cuidadoso planejamento

Corveta Ipiranga

Mergulho em Fernando de Noronha

Pontos de Mergulho em Fernando de Noronha

Principais pontos no mar de dentro:

Cabeço da Sapata
Com profundidades chagando aos 42m. É um paredão com uma variedade muito grande de peixes de passagem que chega até a superfície. Indicado para mergulhadores experientes. Foi o local onde a Corveta Ipiranga colidiu antes de afundar.

Caverna da Sapata
A caverna encontra-se bem na curva da ponta da Sapata, estando à uma profundidade de 18m. Normalmente ao entrar nela, é comum ver algumas arraias que normalmente ficam descansando na areia e com um grande mero que já habita a caverna a vários anos. A caverna tem 15m de altura por 30m de comprimento.

Laje Dois Irmãos
Próxima ao morro dois Irmãos, possui uma profundidade média de 23m, com pedras, areia e muita vida marinha. De vez em quando, é possível esbarrar com alguns tubarões bico-fino.

Naufrágio Eleni Estathatos
É possível chegar ao mesmo saindo do portinho e a nado, pois está a apenas 100m de distância. Era um cargueiro grego que afundou na década de 20, sendo um ótimo local para mergulhos noturnos ou em finais de tarde.

Naufrágio Coverta Ipiranga
Considerado o naufrágio mais inteiro do Brasil e um dos mais belos do mundo, a corveta afundou em 1983 devido à um erro de navegação. Está parada à uma produndidade de 64m, mas o mergulho realizado na mesma normalmente não passa dos 53m devido à longa descompressão.

Somente mergulhadores experientes podem mergulhar no local, com uma avaliação prévia realizada pela operadora.

Mergulho em Fernando de Noronha

Operadoras Águas Claras

A Águas Claras, maior e mais tradicional operadora de mergulho do país, oferece toda a infraestrutura para que você conheça as belezas submersas de Fernando de Noronha. Foi fundada em 1985, antes da criação do Parque, tendo desempenhado papel fundamental na sua criação.

Desde sua criação, a Águas Claras sempre buscou modernizar-se e dar oportunidades de profissionalização aos mergulhadores, implantando vários programas de criação profissional.

Modernizamos nossa frota de embarcações, hoje contando com 2 catamarãs considerados excelentes operacionalmente e mais nossos monocascos. Os equipamentos de mergulho usados nas locações são revisados e trocados anualmente, sendo utilizadas somente marcas renomadas internacionalmente.

Telefone: (81) 3619-1225
Contato: info@aguasclaras-fn.com.br
Site: http://www.aguasclaras-fn.com.br